ACADEMO - Busca de Fontes Direcionada

ACADEMO é resultado de projeto de pesquisa

O WebApp Academo - Busca de Fontes Direcionada - é resultado da pesquisa desenvolvida no âmbito do Projeto Laboratório de Jornalismo Convergente, sediado na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (FACOM | UFBA) e vinculado ao Grupo de Pesquisa em Jornalismo On-Line (GJOL). 

Este projeto foi iniciado em 2011, com financiamento a partir do Edital Programa Primeiros Projetos da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB). Foi proposto com o objetivo de produzir um espaço para a pesquisa e a experimentação nos mais diversos produtos jornalísticos para as plataformas web, smartphones e tablets.

Finalizada a primeira fase (2014), o projeto prosseguiu com novo financiamento, desta vez através do Edital Universal do  CNPq – Chamada MCTI/CNPQ/MEC/CAPES Nº 22/2014 | CIÊNCIAS HUMANAS, SOCIAIS E SOCIAIS APLICADAS. A vigência compreende o período de dezembro de 2014 a junho de 2017.

Com a continuidade da pesquisa teórico-conceitual-analítica e aplicada, buscou-se consolidar o Laboratório de Jornalismo Convergente como espaço de investigação acerca da convergência jornalística, da produção para multiplataformas, especialmente sobre os produtos que denominamos como `autóctones´ porque criados especificamente para tablets e smartphones, assim como os formatos inovadores, as linguagens, o emprego de base de dados na composição e visualização de conteúdos, considerando-se o modelo de produção convergente, disponibilização e circulação para multiplataformas (impresso, web, celulares/smartphones e tablets). A etapa da pesquisa aplicada esteve voltada para o melhor desenvolvimento e o aprimoramento do WebApp Academo – Busca de Fontes Direcionada.

Sob a coordenação da professora Suzana Barbosa, do Departamento de Comunicação e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas (Póscom) da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (FACOM | UFBA), o projeto contou com a participação de doutores, doutorandos, mestres, mestrandos do Grupo de Pesquisa em Jornalismo On-line (GJOL); de pesquisadores da Universidade da Beira Interior (Covilhã, Portugal); da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através do Grupo de Pesquisa em Jornalismo e Mobilidade (MOBJOR), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), bem como de integrantes do projeto que hoje atuam como docentes na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Em sua primeira fase, o projeto teve, na vice-coordenação, a professora Lia Seixas, docente do Departamento de Comunicação e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas (Póscom) da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia. O projeto contou também com a participação de membros do Núcleo de Estudos em Jornalismo (NJOR), coordenado pela professora Lia Seixas. Também atuaram os investigadores António Carreto Fidalgo, da Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior (Covilhã, Portugal) e Roselyne Ringoot, da Université de Rennes (Rennes, França), bem como técnicos e alunos de graduação da UFBA, UEPB e UFRB.

Nas primeiras etapas da pesquisa, o foco esteve voltado para o levantamento de informações, leitura e análise bibliográfica para acompanhamento do estado da arte da temática de interesse do projeto; realização de reuniões mensais com os membros da equipe executora do projeto para discussão da bibliografia, bem como sobre as informações coletadas; observação sistemática dos produtos elencados como casos de estudo; criação de metodologia para análise da "Convergência de Conteúdos", dos "Formatos e Gêneros" e do "Design" a partir dos núcleos internos que aglutinaram os pesquisadores; realização de seminário para apresentação e discussão dessa metodologia; entrevistas com editores e repórteres de produtos jornalísticos para plataformas móveis, bem como visitas técnicas às redações de organizações jornalísticas nacionais e também internacionais; participação em eventos para divulgação das pesquisas do projeto; e publicação de artigos.

Para a etapa da pesquisa aplicada, foram necessárias reuniões de brainstorm com a equipe do projeto para discussão de ideias para desenvolvimento de produto para plataforma móvel, além de consultas a desenvolvedores (programadores e designers) até que se chegasse à definição de um protótipo de aplicativo para deixarmos como contribuição deste projeto de pesquisa. Um dos principais aprimoramentos para o Academo nesta segunda fase do projeto é a ampliação da base de dados de pesquisadores da UFBA, a solução de inconsistências no sistema, bem como a incorporação de funcionalidades.  Para isso, o apoio e a colaboração do CNPq e da Pró-Reitoria de Pesquisa, Criação e Inovação (PROPCI | UFBA) têm sido fundamentais.

A produção científica da equipe do projeto - em suas duas fases - contemplou participação em eventos  e a produção de diversos artigos científicos publicados em periódicos referenciados e de fator de impacto em nível nacional e internacional, capítulos de livros, assim como a organização e a edição de coletâneas, dentre outros. Toda a produção e demais informações pertinentes ao projeto podem ser consultadas neste link .